Últimos Anúncios   Últimos Desejos   Anúncios Populares

Livro - Yakari

Livro - Yakari
Estado: Semi-Novo
12/05/2017   -   29
Reportar Anúncio
1 Comentários
pifara (7) 29/05/2017
Aveiro - Aveiro
Passe
Para poderes escrever um comentário tens de fazer Login ou Criar uma Conta Grátis

Deixar de receber Notificações deste Anúncio »
Não é permitido fazer propostas de compra/venda nem mencionar preços ou outros sites.

Outros artigos recomendados:

pevangel Fato Cycling Merida VW Fato Cycling Merida VW - Nunca usado
(Setúbal)
05/05/2017
marlenecosta91 José Saramago - Memorial do Convento O livro está como novo, so usei na escola 1/2 vezes. Somente contem uns pequenos danos na capa devido a estar arrumado dentro de caixotes.
(Guarda)
09/12/2016
roupaparavendas Livro infantil Alemão Livro infantil Alemão
(Setúbal)
08/05/2017
mendes62 Jogo Xadrês e Damas Jogo xadrez e damas Em excelente estado
(Leiria)
19/08/2016
luismgantunes Conjunto de livros 1 Diversos.
(Lisboa)
07/05/2017
ana_gf84 O Quinto Filho Sinopse Harriet e David Lovatt têm os mesmos anseios - fidelidade, amor, vida familiar e, acima de tudo, um lar. Teimosamente fora das modas dos anos 60, decidem casar e assentar as bases das suas vidas numa casa vitoriana. A princípio, parece o Paraíso. As crianças preenchem-lhes o quotidiano, e os familiares sentam-se à mesa da cozinha no Natal, desfrutando avidamente do calor humano da família Lovatt. Mas é com a quinta gravidez que as coisas começam a alterar-se. O bebé desenvolve-se dentro de Harriet demasiado cedo e com demasiada violência. Após um nascimento difícil, Ben revela-se uma criança estranha e cruel, cuja violência é instintivamente rejeitada pelos irmãos. Inexoravelmente, a sua presença alienígena vai destruindo o sonho de uma família feliz.
(Porto)
27/04/2017
raf213 leon bocanegra semi novo
(Aveiro)
26/04/2017
tralhaseoutrascoisas Dona Branca - A Verdadeira História da Banqueira do Povo, Pedro Prostes da Fonseca Portugal, década de 80. Mário Soares, primeiro-ministro, e Mota Pinto, vice-primeiro- ministro, lideravam o governo de bloco central; Ernâni Lopes e Rui Machete ocupavam-se das Finanças e da Justiça; o Fundo Monetário Internacional vigiava as nossas contas; uma tal D. Branca enchia os bolsos de muitos portugueses. Mas, afinal, quem era a «banqueira do povo»? As suas origens sociais, os afectos, as contradições e os desencantos que quase a levaram ao suicídio? Porque foi metida na prisão a quatro anos do início do julgamento, num contraste com os que neste século ajudaram a arruinar o sistema financeiro e, excepção feita a Oliveira e Costa, nunca conheceram uma cela? Quais os responsáveis pelo fim de um negócio com mais de 50 anos e que papel coube ao governo na sua derrocada? Como foi possível duas crianças andarem fugidas durante anos sem escola, pelo «crime» de serem familiares da banqueira? Como viveu os últimos anos numa clínica miserável e concebida para toxicodependentes? Estas e outras questões encontram resposta neste livro, não só a partir de documentos do processo (o primeiro de grandes dimensões ocorrido em Portugal respectivo a crimes económico-financeiros), mas sobretudo através de depoimentos inéditos dos magistrados que então o trabalharam, de governantes da época e de pessoas muito próximas da protagonista. Em 1984, o Semanário titulava: «Fada madrinha ou bruxa velha?» Neste livro, Pedro Prostes da Fonseca procura desfazer a dúvida, 25 anos depois da solitária morte de Maria Branca dos Santos; apenas cinco pessoas a acompanharam à sepultura. Dream Editora, 2017, 228pg
(Lisboa)
02/08/2017